(Source: hoyss)

Do escuro, eu via um infinito. Sem presente, passado ou futuro.
Desconhecido (via o-louco-insano)
Quem pagará o enterro e as flores se eu me morrer de amores?
— Vinicius de Moraes.  (via carenciada)

(Source: porredesaudade)

Morto ou vivo
carrego o maleficio
de andar sem querer
de ser, de permanecer.
Elisa Bartlett   (via cambaleei)

(Source: oxigenio-dapalavra)

(Source: v-iking)

Me abraça,
me afaga,
me ama,
me beija,
me deseja,
me envolva,
me sinta,
me aperta,
me apeteça,
me proteja,
me fortaleça,
me pertença…
Me encante,
me cative,
me inflame,
me conquiste,
me namore,
me fascine,
me combine,
me goste,
me pense,
me olhe,
me ame,
me ganhe…
Seja minha.
E serei teu.
Sejamos nós.
E jamais seremos a sós.
Sejamos amor,
Sejamos dor.
Sejamos um.
Jô Costa    (via renunciador)

(Source: ofuscador)

A dor é como levar um tombo. Se alguém olhar, fingimos não ter acontecido nada.
O menino Charlie.  (via ansimare)

(Source: tipografado)

(Source: suprememontana)

Quem me dera, ao menos uma vez, acreditar por um instante em tudo o que existe. Acreditar que o mundo é perfeito e que todas as pessoas são felizes.
Legião Urbana. (via nevaradas)

(Source: abrigaria)

Antes de me dizer adeus